Você identifica seu produto?

Marcos Gervazoni

Marcos Gervazoni

Comecei com Sublimação em 2010, numa época onde as informações eram muito difíceis de ser encontradas. Desde 2017 à frente da Central da Sublimação para facilitar a vida de quem quer começar.

Faça como mais de cinco mil pessoas

Entre para nossa LISTA VIP e receba conteúdos exclusivos todas as sextas-feiras

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Este assunto está mais ligado às suas formas de divulgação, de vendas e de como conseguir novos clientes ado que na Sublimação em si. No entanto é um assunto absolutamente importante se você deseja ser visto, procurado ou indicado para novos trabalhos.

Identificar-se como o produtor de um fotoproduto não é uma prática que todos os profissionais da Sublimação adotam (apesar de parecer algo óbvio).

O “boca-a-boca”, na Sublimação,  é uma das grandes formas de divulgar o seu trabalho.

As pessoas que pegam o seu produto na mão, com certeza, ficarão curiosas para saber quem fez e como entrar em contato. Ter essa informação de maneira fácil e acessível pode lhe render novos contatos, novos clientes e mais vendas.

Todo artista ASSINA a sua obra!

Abaixo confira algumas dicas de como fazer para “assinar” a sua obra:

# 1 – Etiqueta / Tag:

tag_caneca
Tag presa na alça da caneca.
Alguns profissionais não querem interferir no fotoproduto do cliente estampando a sua marca junto da arte.
Neste caso optam pela criação de uma etiqueta que é amarrada à alça da caneca, ao bocal do squeeze.
Esta etiqueta pode ser o seu cartão de visitas ou um trabalho desenvolvido especialmente para este fim.

Também é válido, além de seus contatos, colocar dicas de como cuidar do produto. Neste caso vale ser criativo e não economize nas informações.

Vantagem: não há interferência na arte do cliente.

Desvantagem: após a retirada dessa etiqueta (ou tag) não há mais forma de identificar o fabricante do produto.


# 2 – Estampa da Marca:

estampa_marca
Marca integrando a estampa.
Com a intenção de reforçar a sua marca, alguns profissionais estampam, junto da arte do cliente, algumas informações para facilitar que o interessado encontre quem fabricou tal produto.
É importante ser discreto, caso escolha esta maneira. Use as bordas da estampa,  e não exagere nas informações.
O mais indicado é, neste caso, usar o seu logo ou sua marca.
Se for usar o endereço da sua página no Facebook ou seu site, certifique-se de fazê-lo de forma discreta.
A sua marca não pode se destacar junto ao produto. Deve ser vista apenas se for procurada.

O que deve ser valorizado é a estampa para o cliente.

Vantagem: sua marca sempre estará visivel.

Desvantagem: pode interferir na arte do cliente.


# 3 – Adesivo no Fundo (em caso de objetos rígidos):

adesivo_caneca
Caneca com adesivo da marca no fundo.
Para não interferir na arte alguns profissionais utilizam do recurso de colar um adesivo ao fundo da caneca (ou squeeze…).
Neste caso, para evitar uma remoção na primeira lavagem ou com o desgaste do uso o mais indicado é usar adesivo vinílico. Não use adesivos comuns que se esfarelam com a água ou que desbotem pois poderão deixar a caneca manchada de cola.
As informações também ficam a seu critério, mas como está numa área da caneca que não chama atenção pode colocar seu nome, endereço e até telefone.

Use da criatividade para se destacar: apesar de ser uma área “morta” da caneca é uma área que fica visível a cada novo gole que o consumidor dá.

Vantagem: não há interferência na arte do cliente.

Desvantagem: o adesivo pode cair ou ser retirado.


Trabalha com produtos em tecido? Temos algumas dicas para você também!

# 1 – Coloque uma TAG na Barra da peça:

tag_camiseta

O uso de uma TAG na barra da peça é uma prática comum do mercado.

Além de identificar quem fez o produto passa um ar de modernidade.
Este recurso é um pouco mais limitado em função de sua aplicação.
Não há espaço para a inserção de muita coisa além do seu logotipo.
Mas o resultado final é bem visto pelo consumidor: carinho e zelo pelo produto e reforça a sua identificação do seu produto.

Grandes marcas utilizam desse recurso com muita frequência como um diferencial.

Vantagem: passa a informação de uma maneira moderna e discreta.

Desvantagem: não há.


# 2 – Sublime as suas informações:

sublimação_interna

Toda camisa ou camiseta deve ter algumas informações obrigatórias como composição, informações para a correta lavagem e a identificação de quem comercializa o produto. É possível que essas informações todas sejam sublimadas pelo lado de dentro da peça e assim eliminar aquela etiqueta que, por vezes, incomoda e é cortada pelo consumidor. Também permite o uso da criatividade para colocar todas as informações necessárias para que o consumidor lhe encontre para novos trabalhos. Utilize sua marca, seus meios de contato (telefone, whatsapp, página no facebook…), as informações de tamanho e dicas de lavagens…enfim, seja criativo e se destaque! Ser criativo com certeza lhe renderá novos contatos, novos clientes, novos trabalho e mais valor agregado ao produto.

Vantagem: você evita de colocar uma etiqueta que, as vezes, é retirada da peça por causar incômodo no uso.

Desvantagem: tome cuidado para que a sublimação não passe para o outro lado. Use tons de cinza claros para isso.


Lembre-se: o cliente estará com seu produto na mão.
É uma oportunidade de ouro para que ele fique interessado e curioso em saber quem é o responsável e como encontrá-lo. Com o produto em mãos o cliente saberá exatamente o que esperar ao contatar você para a realização de um serviço ou a compra de um produto. Tanto o adesivo quanto a etiqueta não precisam ser grandes. Obviamente que se você optar por estampar a sua marca, esta deve ser a mais discreta possível.
Você identifica o seu produto com alguma dessas maneiras? Se usa outra, conta pra gente qual!

Gostou? Envie a um amigo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
E-mail

Artigos Relacionados

avaliação

GOSTOU DO QUE LEU?

Clique no botão ao lado e diga o que você acha da Central da Sublimação!