Papel para Sublimação: posso usar qualquer um?

Dúvidas sobre qual papel utilizar para trabalhar com personalização de produtos? Este post vai esclarecer suas dúvidas!

Compartilhe o post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

O Papel para Sublimação (ou papel sublimático), assim como o próprio nome sugere é o papel recomendado para a personalização de produtos através da sublimação – seja para qualquer tipo de produto: cerâmicas, têxteis, MDF e qualquer outro.

Ele se difere dos papéis comuns por uma série de atributos, e também pela sua finalidade: o papel para sublimação não deve reter a tinta, pois ela precisa ser transferida à uma outra superfície (o fotoproduto que será estampado), enquanto o papel comum é, de modo geral, utilizado para “guardar” a impressão para si (como fotografias, trabalhos escolares, relatórios e etc.).

Para que essa finalidade seja respeitada o papel para sublimação tem características opostas ao papel comum no que diz respeito a:

a) Taxa de Absorção: capacidade do papel em absorver a tinta.

b) Taxa de Transferência: capacidade do papel para permitir a transferência da tinta.

Além disso é comum (e muito indicado) que o Papel para Sublimação possua uma proteção em seu verso para evitar que a tinta ao ser aquecida seja transferida para ambos os lados da folha – isso é facilmente identificado quando o fundo é colorido (as cores mais comuns são o fundo azul e o fundo rosa).

Para a sublimação o problema de um papel possuir maior taxa de absorção e menor taxa de transferência é bastante óbvio: você vai consumir mais tinta e ter menos fidelidade de cores. Ou seja, vai produzir menos produtos personalizados e de pior qualidade.

É importante ressaltar aqui que a impressão no papel não terá a qualidade final da estampa. É normal que a impressão, quando está no papel, pareça apagada. Sem vivacidade de cores e detalhes. Ao ser transferida para o fotoproduto é que ela ganhará a vivacidade das cores e apresentará todos os detalhes.

Portanto, embora seja possível sublimar com papel comum, é algo que não é recomendado devido a esses problemas de qualidade e maior consumo de tinta. Invista em materiais de qualidade e, para isso, o Papel Sublimático é a escolha perfeita para quem deseja produzir e vender produtos personalizados.

Outros artigos que podem te ajudar...