A ilusão do iceberg na Sublimação

Marcos Gervazoni

Marcos Gervazoni

Comecei com Sublimação em 2010, numa época onde as informações eram muito difíceis de ser encontradas. Desde 2017 à frente da Central da Sublimação para facilitar a vida de quem quer começar.

Faça como mais de cinco mil pessoas

Entre para nossa LISTA VIP e receba conteúdos exclusivos todas as sextas-feiras

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Um iceberg é uma grande massa de gelo que se desprendeu de uma geleira e navega pelos mares. Geralmente a parte visível corresponde a pouco mais que 10% do seu tamanho. A parte submersa chega a corresponder a até 90% do seu tamanho e fica longe dos olhos de quem está observando pela superfície.

É bem comum quando falamos sobre sucesso ou da coleta de bons resultados utilizarmos um iceberg para exemplificar que a ponta é a parte que todas as pessoas veem, mas que para chegar nisso foi necessário um monte de etapas que ficam “ocultas”.

Apesar de ser um pouco clichê é uma metáfora bem interessante para utilizar no meio da sublimação também, afinal, não é raro que as pessoas em geral vejam apenas a “ponta do iceberg”; a loja cheia, as encomendas saindo e os clientes satisfeitos.

A PONTA DO ICEBERG

A ponta do iceberg para o caso da sublimação é bem fácil de ver: é a loja cheia, o produto com qualidade, as vendas sempre frequentes e os clientes elogiando. Em resumo essa ponta é tudo o que acontece certo e que se reverte em aceitação, venda e receita.

O VERDADEIRO ICEBERG

Abaixo da superfície é onde está quase todo o tamanho de um iceberg, ou seja, é onde estão as etapas que poucas pessoas veem pois, para isso, é preciso mergulhar e se arriscar.

É abaixo da superfície onde estão os seus sacrifícios, sua dedicação suas falhas, a sua persistência, os seus fracassos, as suas decisões difíceis e todo o seu trabalho duro.

É nessa parte do iceberg que estão as suas canecas erradas, suas impressões falhadas, suas peças quebradas, suas dificuldades para produzir as primeiras peças, sua dificuldade em regular a pressão…enfim, é nessa parte que está todo o seu aprendizado e esforço.

Representação da ideia do iceberg na sublimação.

A parte que fica submersa do iceberg é toda a fase de aprendizado, de tentativas e de ajustes. Uma coisa nisso tudo é fato: quanto mais “robusto” for o iceberg aqui, mais sólido será a parte que fica sobre a água.

Infelizmente não há maneira fácil de se chegar ao sucesso, produzindo produtos com qualidade e com muitos clientes. É necessário passar por etapas que podem parecer inúteis, desafiadoras e, por vezes, até desmotivadoras. Mas lembre-se sempre do iceberg nesses momentos!

Gostou? Envie a um amigo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
E-mail

Artigos Relacionados

avaliação

GOSTOU DO QUE LEU?

Clique no botão ao lado e diga o que você acha da Central da Sublimação!

Dúvidas? Me chame!