Dicas para não ser assombrado pelo Efeito Fantasma

Marcos Gervazoni

Marcos Gervazoni

Comecei com Sublimação em 2010, numa época onde as informações eram muito difíceis de ser encontradas. Desde 2017 à frente da Central da Sublimação para facilitar a vida de quem quer começar.

FAÇA COMO mais de três mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos todas as sextas-feiras

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

O efeito fantasma, ou ressublimação, é uma falha no processo de sublimação que mancha o fotoproduto, causando uma “sombra” nas linhas da estampa. Isso acontece quando há um deslocamento do papel sublimático ainda aquecido sobre o substrato que acaba por transferir a sobra de tinta que ficou depositada no papel no substrato.

efeito fantasma

Confira abaixo soluções para este problema:


# 1 – Utilize Papel Sublimático com Aderência

Uma possibilidade para minimizar este problema é utilizar papéis sublimáticos com uma certa aderência, que não deslizem tanto sobre o substrato. Quanto menos deslizante for o papel sobre o produto, menores as chances dele ressublimar a peça ocasionando o efeito fantasma.

Tem dúvidas sobre o tipo adequado de Papel para Sublimação? Leia este artigo!


# 2 – Utilize Fita Mágica (Fita Térmica)

A fita mágica (fita térmica) é item obrigatório para quem trabalha com sublimação. Esta é uma fita adesiva que suporta altas temperaturas sem manchar o substrato com cola. Embora alguns profissionais usem fita durex ou etiqueta de preço, essas soluções não são indicadas. Fitas sem resistência a altas temperaturas podem queimar ou manchar o substrato com cola. Utilizar a Fita Mágica para fixar o papel sublimático que irá ser sublimado é uma opção que reduzirá as chances de o papel se mover na abertura da prensa, evitando assim o efeito fantasma. Para canecas e outros produtos de porcelana, quando possível, retire o papel sublimático com o substrato demorno para frio. Em alguns casos, a ressublimação ocorre no momento da retirada do papel sublimático, pois o fotoproduto ainda está muito quente. Por menor que seja a movimentação do papel, se houver deslocamento do transfer ainda em contato com o fotoproduto (mesmo já fora da prensa), ocorrerá o efeito fantasma.

Conheça um pouco mais sobre esta fita que é o Coelho na Cartola de qualquer profissional: Leia o artigo!


# 3 – Utilize Cola Spray

Há no mercado um produto que é cada vez mais usual para quem trabalha com sublimação e personalização: a Cola Spray. Esta cola tem a mesma finalidade da Fita Mágica, ela fixa o papel sublimático no substrato que será sublimado. Este spray é aplicado sobre o papel após a impressão e a secagem da tinta (recomenda-se aguardar 30 minutos após a impressão). Este produto é de fácil aplicação e fácil remoção. Possui efeito “não permanente”, fato que faz com que após a aplicação ele não deixe marcas, manchas e sinais de sua aplicação. Também não deixa um efeito vinílico na peça. É uma das melhores maneiras para fixar a impressão sobre o substrato afim de evitar o efeito fantasma.

Você vai se surpreender com esta novidade: Confira neste artigo!


# 4 – Mantenha a Prensa Térmica Limpa

Limpeza no local de trabalho é indispensável para boa apresentação, saúde e produtividade. Prensa ou manta sujas poderão manchar e danificar as personalizações. Embora menos comum, também podem ocasionar a ressublimação por resto de tintas anteriores. Mantenha sua prensa térmica limpa.

Com estas dicas você consegue manter o Efeito Fantasma longe de suas produções!

Gostou? Envie a um amigo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
E-mail

Artigos Relacionados