Diferenças entre TRANSFER e SUBLIMAÇÃO

Compartilhe o post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

A escassez de um mercado especializado gera uma frequente confusão entre as técnicas e os equipamentos. Você sabe a diferença entre transfer e sublimação? A relação entre as técnicas é o resultado de transferência da impressão para um substrato por meio do calor.

O Transfer ocorre a termo transferência, logo depende da temperatura. O menor preço também se reflete na menor durabilidade da transferência, sendo indicado para lembranças de eventos e brindes corporativos. Dividido em:

  • Transfer: utiliza uma impressora jato de tinta com tinta pigmentada em um papel Transfer – a base especial;
  • Transfer Laser: utiliza uma impressora laser abastecida com tonner e um papel comum.

Apesar de muito populares, estes processos têm uma relativa fragilidade: a durabilidade da transferência. É comum que após 10 ou 12 lavagens, o Transfer dê sinais de desbotamento. Se não forem respeitadas as limitações do Transfer Laser, ele pode acabar “desgrudando” do substrato.

Produtos personalizados com transfers são recomendados para uma linha mais barata, como brindes corporativos e lembranças de eventos. Neste caso o foco é o preço do produto final que costuma ser mais barato que produtos sublimados . Isso é possível porque personalizações com transfers não necessitam de papeis, tintas e outros insumos específicos.

Na Sublimação observa-se a transferência do corante sublimático impresso no papel para a base de poliéster ou de fibras sintéticas, a uma temperatura mínima de 160°C. A fixação da impressão no fotoproduto é permanente, pois as fibras do material aquecido se dilatam e pequenos espaços para o depósito do corante se formam. Ao retornar a temperatura ambiente, as fibras do material retornam ao tamanho original encapsulando o corante.

A sublimação é mais indicada para presentes, ocasiões especiais e eventos onde se busca exclusividade. É importante vender o sentimento, a qualidade, a durabilidade, o resultado final e a maior qualidade de acabamento. Produtos personalizados acabam tendo um custo de produção mais alto por necessitarem de insumos específicos para o processo, mas conseguem apresentar maior valor agregado ao cliente que deseja comprá-lo.

Outros artigos que podem te ajudar...